Como vender no lockdown: dicas para continuar faturando em tempos de pandemia

Vender no lockdown tem sido um grande desafio para muitos empreendedores, devido a tantas restrições e mudanças no mercado. Por isto, separamos algumas dicas para que você coloque em prática e continue faturando mesmo na crise!

Vamos deixar aqui duas palavras-chave: criatividade e organização.

Entenda as restrições

Em cada fase existem algumas regras a serem seguidas para superar o bloqueio total dos negócios, aqui você pode conferir todas as etapas:

  • Fase 1 (vermelha): fase de alerta máximo, em que são liberados apenas serviços essenciais, como hospitais, farmácias, postos de gasolina e supermercados.
  • Fase 2 (laranja): fase de controle e atenção, com eventuais liberações do comércio e serviços não essenciais, com apenas 20% da capacidade e horário reduzido.
  • Fase 3 (amarela): fase de flexibilização, com abertura da maior parte das atividades, desde que sejam atendidos os protocolos de higiene e prevenção. Lembrando que o funcionamento é com 40% da capacidade e horário reduzido a seis horas seguidas.
  • Fase 4 (verde): fase de abertura parcial com menores restrições. 
  • Fase 5 (azul): fase de controle da doença, com liberação de todas as atividades, de acordo com o protocolo de funcionamento.

Nas fases em que a abertura dos setores é parcial, as atividades são priorizadas de acordo com a vulnerabilidade econômica e empregatícia.

Lockdown: a / empresários:

É hora de remexer o porquinho!

A partir do decreto do lockdown, a primeira análise que os empreendedores precisam fazer é no seu fluxo de caixa. Se você é cliente Civis, seus dados estão disponíveis na sessão “relatórios”, se você ainda não é, você poderá testar gratuitamente nossa ferramenta por 15 dias e organizar a vida financeira da sua empresa com alguns cliques.

Avalie se a sua empresa acumulou dívidas neste período e faça uma revisão sobre os seus custos. Tente reduzir ao máximo os seus gastos para manter a sua empresa aberta e evitar imprevistos.

O governo tem oferecido alguns incentivos ficais para as companhias durante a pandemia. É essencial entender como funcionam para garantir que tudo seja feito nas conformidades. Estão entre os benefícios o adiamento do pagamento de impostos e adiantamento das férias dos funcionários.

Se for o caso, você pode solicitar ajuda do governo e negociar com funcionários.

Fair play nas negociações

Uma alternativa que você pode cogitar é a flexibilização dos contratos e empréstimos. Se a sua empresa está com alerta vermelho, você pode renegociar suas dívidas, solicitar o adiamento dos pagamentos de alguns fornecedores e conversar sobre mudanças no contrato de aluguel do escritório com o proprietário, por exemplo.

Muitas empresas estão se solidarizando com a causa e a sua empresa também pode ajudar os seus clientes, se houver a possibilidade, claro. Afinal, uma mão lava a outra, né?

Alternativas para o setor de serviços vender no lockdown

  • Adote um modelo de entrega que combine com a sua empresa, retirada na loja, drive-thur ou delivery?
  • Oferecer serviço online por videoconferência, prestando consultorias, oferecendo treinamento e conteúdos de um modo geral. A vantagem é que você ainda pode se aproximar mais dos seus clientes.
  • Fazer venda pacotes de serviços promocionais para usufruir em “x” meses ou após o término do lockdown. Ex: pacote de viagens, corte e escova, massagens ou qualquer outro serviço. Este tipo de oferta permite que outras pessoas que ainda não são seus clientes, estejam mais propícias a conhecer o seu serviço.
  • Adiar ou tornar menos rígido o pagamento de assinaturas e mensalidades no caso de empresas de software e serviços empresariais, mantendo os clientes fiéis, além de garantir a receita.

Seja criativo, aproveite as 24h de cada dia.

Como já falamos em outros textos desse blog, a tendência digital ganhou forças durante a pandemia e o mercado online tem funcionamento 24h por dia, todos os dias da semana. Use a criatividade ao seu favor e divirta-se!

Você pode fazer um planejamento com todos os seus objetivos e trabalhar eles nas redes sociais da sua empresa.

Por exemplo: um produto que vendia muito no comércio offline, está sendo pouco comprado durante o lockdown. Para melhorar as vendas você poderá investir em conteúdos focados neste produto e despertar o desejo nos seus prospectos!

Dica: estude alguns perfis, vídeos virais e cases de sucesso.

Para medir o desempenho dos seus posts, você pode acessar os relatórios de publicação, caso o perfil da sua empresa seja comercial.

Acompanhe o desempenho das suas métricas

É sempre bom lembrar de acompanhar alguns indicadores financeiros, de desempenho e eficiência. Converse com o seu time e seja sincero sobre o momento atual. Este é o momento de todos da equipe darem o seu melhor, para que sua empresa continue faturando mesmo no lockdown.

Organize o seu tempo para vender no lockdown

Um grande problema encontrado com o home office é a gestão do tempo. Separar os afazeres pessoais do trabalho, definir o que precisa ser feito em curto, médio e longo prazo e não deixar que nada interfira na produtividade dos seus funcionários. Cansativo, né?

Pra que você foque no essencial e continue a vender no lockdown, o Civis te ajuda a se organizar. Basta que você cadastre os seus dados na nossa ferramenta e automatize suas atividades financeiras como:

  • Cadastro de Clientes e Fornecedores;
  • Controle de Propostas;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Controle de Vendas (Pedidos);
  • Controle de Estoque ;
  • Controle Financeiro completo (Contas a pagar, Contas a receber, Centros de Custo, Contas, Plano de Contas e Balancete);
  • Emissão de Boletos Registrados (Itaú, Caixa, Bradesco, Banco do Brasil e Santander);
  • Leitura de Arquivo de retorno dos bancos;
  • Auditoria completa de operadores (Controle de Logs);
  • Emissão de relatórios gerenciais (Movimento de caixa, Contas a pagar, Contas a receber, Fluxo de Caixa, Financeiro Analítico, Financeiro Sintético);
  • Geração de relatórios gráficos;

Sempre que você precisar, você pode contar com o Civis!

Como vender no lockdown: dicas para continuar faturando em tempos de pandemia
Tagged on: