Gerenciamento: noções básicas para uma empresa financeiramente saudável

É a partir do setor financeiro que serão administrados os recursos de outros setores, sendo assim, as questões monetárias necessitam de planejamentos e estratégias contra desperdícios, para garantir uma empresa financeiramente saudável.

Foi observado que muitas empresas acabam não calculando o lucro necessário para cobrir os gastos e encontram alguns impasses em suas finanças, por isto, aqui estão algumas práticas básica uma boa gestão empresarial.

Política de gerenciamento econômico para todos

Ao passo que a gestão financeira está dentro da cultura da empresa, é mais fácil criar soluções para lidar com os procedimentos diários em cada setor, pois assim como existem fatores financeiros, existem fatores operacionais que influenciam diretamente nos cálculos da empresa.

Por exemplo, algumas empresas tem o seu sistema financeiro aberto aos colaboradores, afim de manter monitoramento do fluxo de caixa, ter custos mais enxutos e estabelecer indicadores que devem ser acompanhados constantemente pelas equipes, o que torna o processo mais unificado.

Você também pode contar com seus colaboradores para:

  • Cortar custos para itens supérfluos
  • Planejar estrategicamente
  • Controlar o estoque de maneira eficiente
  • Incentivar a redução de uso de copos descartáveis
  • Dar preferência ao marketing digital do que ao impresso

E-mail marketing e Whatsapp business

Empresas financeiramente saudáveis geralmente utilizam de alternativas criativas para vendas e disseminação de suas ideias. Existem alguns aliados que podem te ajudar a aumentar o seu faturamento de maneira econômica e usual.

E-mail marketing e Whatsapp business se utilizados de maneira “charmosa” podem ser ótimos aliados para sua empresa. Não vale spam e nem encharcar as pessoas com um milhão de imagens ou conteúdos cansativos, seja objetivo!

Quem não mede, não gerencia

Acima de tudo, metrifique!

Para saber como vai a saúde financeira da empresa, é preciso que você acompanhe com frequência os números e seus resultados, comparando com os dos meses e anos anteriores.

Dessa maneira é mais fácil para que os gestores possam utilizar outras alternativas, caso haja necessidade de rever os gastos em questão. Além disso, o comparativo serve para que você veja a progressão que a sua empresa teve.

Negocie periodicamente com os seus fornecedores

Muitas empresas acabam fechando contratos por um tempo maior pela comodidade e com isto, aumentos periódicos acabam entrando no meio deste relacionamento.

Mesmo quando existem estes tipos processos, é ideal que você fique atento a outras negociações, nada pior do que ficar na mão de um fornecedor, correto?

E sempre que for re-negociar é importante que você tenha uma estratégia. Uma boa tática é propor que ele dê a primeira oferta, assim você recebe mais informações sobre o cenário dele.

Você precisa conhecer suas finanças

Como dito em outros posts deste blog, o controle de entrada e saída do seu caixa é muito importante, ter uma padrão deste fluxo permite que você antecipe sua renda de acordo com as amostras dos meses anteriores. Assim, você pode compensar os gastos extras realocando suas despesas, caso necessário.

Eletrônicos, eletrodomésticos ou maquinário

A economia vale para todos os gargalos, inclusive na obtenção de novos utensílio que consumam energia, fique atento ao selo do Inmetro com a variação de A à E (A mais eficiente e E menos eficiente) para te orientar melhor nesta questão.

Solidifique seu modelo de negócios

Ter uma empresa financeiramente saudável não significa apenas que as contas estejam em dia. Modelos de negócios sólidos permitem que você garanta a prosperidade da sua empresa e não corra riscos com a instabilidade do mercado.

Exercite a criatividade para ter sempre uma carta na manga. Uma boa estratégia, além de claro, fornecer produtos ou serviços de qualidade, é manter uma boa relação com seus clientes. Empresas que cultivam o bom relacionamento com os clientes, fidelizam com maior facilidade e ganham aliados em sua jornada.

Planejamento comercial

Planejar nunca é demais, correto?

O planejamento comercial serve para diferentes áreas de uma empresa e tem finalidade de identificar cada detalhe do negócio. É uma maneira de organizar e otimizar os processos comerciais, aumentando as vendas e a receita.

Bem, faltam dois meses pro final do ano e metrificar o investimento realizado junto com todas as vendas, eventos, ações ajudará você visualizar melhor o que aconteceu neste ano e você ainda poderá identificar padrões no comportamento do seu público e utilizá-los ao seu favor.

Lembre-se de traçar objetivos macro e micro da sua empresa. Com todos os times alinhados, é muito mais fácil evitar desperdícios de recursos.

Você tem mais ideias de como deixar uma empresa financeiramente saudável? Compartilha aqui com a gente!

Gerenciamento: noções básicas para uma empresa financeiramente saudável

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *